Respeitando as Diferenças

Respeitando as Diferenças

A justificativa pela escolha do tema, é por essa esplendida forma de compartilhar um pouco do que nós estamos pesquisando com a sociedade, por meio da internet, onde ela é muito criticada, mas não podemos deixar de considerar que é uma boa forma de se comunicar.
Nossa iniciativa foi pela necessidade de expor esse assunto. O respeito as diferenças por mais que seja divulgado nunca é suficiente.
Como por exemplo: a miséria que alguns indivíduos são obrigados a viver, por causa desta sociedade capitalista.
Esta situação que foram colocados é motivo de humilhação por uma sociedade de nível social maior.
A miséria é a pior criação do mundo e quem a criou foi o ser humano, pois seu orgulho e ambição é tão grande que não consegue compartilhar o que é seu com o outro, onde a sociedade se torna cada vez mais egoísta, uma sociedade que não consegue ver o prejuízo que a exclusão social prejudica o desenvolvimento social e econômico, pois não permite o empresário contratar pessoas com baixa capacitação, onde poderia viabilizar oportunidades a todos e assim poderiam depois adquirir experiência.
O preconceito que se tem é tão grande que nos impede de ver que basta uma oportunidade, para que todos vivam com dignidade, e os excluídos sejam de qual forma, são capazes de absolutamente tudo e muito mais…
Necessitam apenas de capacitação, orientação e oportunidades.
Existem regras tabus, que são difíceis de ser quebrados, mas nunca impossíveis este preconceito mesmo que disfarçado existe em todos os lugares.
E se cada um conseguir mudar esta forma de pensar e agir e respeitar o ser humano no geral mudaremos esta sociedade.

MÚSICA

Condição
Lulu Santos

Eu não sou diferente de ninguém
Quase todo mundo faz assim
Eu me viro bem melhor
Quando tá mais pra bom que pra ruim

Não quero causar impacto
Nem tampouco sensação
O que eu digo é muito exato
E o que cabe na canção

Qualquer um que ouve entende
Não precisa explicação
E se for pensar um pouco
Vai me dar toda razão

A senhora, a senhorita e também o cidadão
Todo mundo que se preza
Nega fogo não

Eu não sei viver sem ter carinho
É a minha condição
Eu não sei viver triste e sozinho
É a minha condição
Eu não sei viver preso ou fugindo

Discentes: Rosilaine Leonel,
Tamires Vieira,
Magna Roberta,
Fernanda Freitas,
Maria Abadia,
Thais Lacerda.
Docente: Leandro Tancredo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: